domingo, 8 de março de 2009

estás tão bonita é aquilo que quero dizer


"A Mulher Mais Bonita do Mundo"



estás tão bonita hoje. quando digo que nasceram

flores novas na terra do jardim, quero dizer
que estás bonita.

entro na casa, entro no quarto, abro o armário,
abro uma gaveta, abro uma caixa onde está o teu fio
de ouro.

entre os dedos, seguro o teu fino fio de ouro, como
se tocasse a pele do teu pescoço.

há o céu, a casa, o quarto, e tu estás dentro de mim.
estás tão bonita hoje.

os teus cabelos, a testa, os olhos, o nariz, os lábios.

estás dentro de algo que está dentro de todas as

coisas, a minha voz nomeia-te para descrever
a beleza.

os teus cabelos, a testa, os olhos, o nariz, os lábios.

de encontro ao silêncio, dentro do mundo,
estás tão bonita é aquilo que quero dizer.


José Luís Peixoto, in A Casa, a Escuridão

5 comentários:

Diana disse...

Adorei esse poema, mas também, eu adoro todas as coisas que o José Luís Peixoto escreve...sou fã dele! Tive oportunidade de ler A Casa Na Escuridão, mas o livro de poesia associado à história não li ainda. Mas é muito bonito :)

Joao P. disse...

Olá:

É tão bom sentir que não estamos sós e que há mais quem goste das coisas de que gostamos.

Feliz dia da mulher

João P.

Livros e Outras Coisas disse...

Obrigada aos dois!
Bom gosto, Diana. :)
Concordo plenamente, João P..

Cristina Bernardes disse...

LINDO:::O)

Livros e Outras Coisas disse...

O verso que encerra o poema está tão imbuído de carinho... :)