segunda-feira, 29 de junho de 2009

A Vida nas Árvores


O Barão Trepador de Italo Calvino (1923-1985), publicado originalmente em 1957, é agora reimpresso pela Editorial Teorema. Esta obra faz parte da trilogia heráldica, Os Nossos Antepassados, onde o fantástico, o cómico, o excêntrico e o absurdo nos falam de personagens como um cavaleiro inexistente e um visconde cortado ao meio.

Cosimo, ao contrário de ambos, é um adolescente que mantém a sua integridade física, mas pretendendo desafiar a autoridade paterna, decide mudar-se para a copa das árvores, sem ceder a quaisquer pressões para voltar a tocar o solo.

É com admirável destreza que transforma a sua vida na sociedade vegetal numa existência normalíssima, onde ama, joga, lê, protege as árvores e até investe no polimento intelectual de um ladrão ameaçador que dele se abeira.
Atento à sua época, a homens como Napoleão e Diderot, decide publicar Progetto di Costituzione di uno Stato ideale fondato sugli alberi.

6 comentários:

Diana disse...

Italo Calvino é um nome que já me apareceu tantas vezes à frente, que estou a ver que um dia tenho que ler algum livro dele... :)

Livros e Outras Coisas disse...

Este vale a pena, Diana, mas parece meio excêntrico, já aviso. :)

Mariane disse...

Tem uma simples homenagem para todos os blogueiros que visitam o Compartilhando Leituras! Quando tiver um tempinho passe lá para conferir!!!

;)

tonsdeazul disse...

A história deste livro está fabulosa! Calvino surpreende em cada virar de página.
Para além desta trilogia, recomendo também "As cidades invisíveis" e "Se numa noite de inverno um viajante". As histórias de Calvino marcam!

Livros e Outras Coisas disse...

É precisamente a surpresa que domina grande parte desta obra, que também nos agarra, mas não é nada convencional. :-)
Obrigada pelas sugestões, Tons de Azul! Quando li este livro, fui logo procurar mais, nomeadamente, os contos de fadas.
Era um autor muito versátil.

LOC disse...

Obrigada, Mariane! :-)