terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Que capas nos escolhem?


No blogue referente à literatura do Guardian, Robert McCrum menciona uma promoção divulgada no sítio da AbeBooks, e que destaca a qualidade do trabalho de design na produção da capa de um livro.

Esta iniciativa, intitulada "Thirty Novels Worth Reading for the Cover Alone" prova-nos que nos podemos deixar cativar pelo bom gosto gráfico que uma obra ostenta logo no exterior.

McCrum reforça esta ideia e acrescenta "So the blurb must be short and punchy, and the cover must make a winning pitch. Ideally, it should display a strong, memorable image."

O risco, ainda segundo este autor, é que podemos ir a uma livraria em busca de um livro e trazer outros mais, sem o termos planeado.
Seduz-nos a capa e é absolutamente de louvar o trabalho destes profissionais que assim contribuem para a arte dos livros.


8 comentários:

Canochinha disse...

Está-me sempre a acontecer comprar um livro porque achei a capa apelativa. Claro que olho depois para a sinopse, mas aquele primeiro impacto é muitas vezes decisivo.

Diana disse...

A capa de um livro é muito importante na escolha, porque é a primeira coisa que nos salta à vista. É como as primeiras impressões quando conhecemos uma pessoa. Por isso, talvez o trabalho de quem faz as capas seja quase tão importante como o de quem escreve o livro.

Livros e Outras Coisas disse...

Concordo com as duas e, é verdade, se não for à procura de uma obra específica, deixo-me atrair pela capa. É um chamariz. Também leio a sinopse e a restante informação disponível, mas não deixo de me lembrar sempre das palavras de A. Lobo Antunes, numa entrevista, em que falava na cultura dos comentários elogiosos na contra-capa dos livros.
Há muitas formas de nos levar até a um livro, o julgamento fica por nossa conta, mas é sempre de louvar toda a preocupação estética em diálogo com o conteúdo. :)
De qualquer modo, a promoção levada a cabo pela AbeBooks pareceu-me muito curiosa. :)

Cristina Bernardes disse...

Os olhos são os primeiros a comerem, não é assim que se diz em respeito à gula!
Pois eu acho que para os amantes dos livros, os olhos também comem primeiro, tiram prazer da imagem, das pequenas letras e das informações que estão na capa, badana, e contra-capa...

Alice disse...

olá, bom dia!! passa lá no blog, temos algo para ti...
bjs e boas leituras

Joana Pinto disse...

A mim a capa diz muito.O grafismo impulsiona-me muito a pegar num livro.Depois só a sinopse e os conhecimentos do autor ou de alguém que já leu, ou críticas literárias é que me decido a ler!

djamb disse...

Há capas extraordinárias que chamam muito a atenção. Quanto vou a livrarias "passear", gosto de espreitar livros cujas capas são apelativas e já tive óptimas surpresas, como com "A rapariga que roubava livros", por exemplo.
É um grande desafio para o ilustrador conseguir, apenas numa página, incluir toda uma história :)

Livros e Outras Coisas disse...

É, de facto, um desafio. :)
Os livros merecem esse carinho gráfico, esse respeito.